Viver segundo Charles Chaplin

Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer  pessoas inesquecíveis

Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém…

Veja o resto do texto juntamente com as imagens fazendo o download do powerpoint em baixo.